Our Recent Works

Our Recent Works (18)

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Proin ornare consectetur sodales. Nulla luctus cursus mauris at dapibus. Cras ac felis et neque consequat elementum a eget turpis. Aliquam erat volutpat.

Ação contínua, a elaboração do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Universidade Estadual de Montes Claros registrou na última semana novos encontros e seminários das unidades administrativas e de apoio. Os servidores colaboram com sugestões, debates e encaminhamentos. Os eventos mais recentes reuniram as equipes das Pró-Reitorias de Ensino e de Planejamento, Gestão e Finanças e, também, da Secretaria Geral e do Departamento de Ciências da Administração.

A Pró-Reitoria de Planejamento, Gestão e Finanças, por ter maior número de servidores, organizou os trabalhos em dias alternados para envolver todos os setores. Os colaboradores puderam discutir os temas vinculados à unidade e participaram diretamente com sugestões e propostas para o PDI.

Veja: Galeria de fotos

Os seminários temáticos são realizados em todas as unidades com o objetivo de integrar toda a comunidade acadêmica no Plano de Desenvolvimento Institucional da Unimontes. Os eixos temáticos são: perfil institucional, infraestrutura, políticas de atendimento aos discentes e de remuneração, organização administrativa, gestão de pessoal, etc.

“A participação de todos é imprescindível para construir um PDI mais próximo da realidade da Unimontes. Ao mesmo tempo, procuramos cumprir com a proposta de trabalho coletiva e democrática que destacamos desde o inicio da elaboração do Programa”, afirmou o presidente da Comissão do PDI e vice-reitor, professor Antonio Alvimar Souza.

Nesta semana, serão realizados seminários no Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CCET), e na Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI).

SAIBA MAIS

O PDI é um documento de gestão administrativa e acadêmica, instituído pelo Ministério da Educação (MEC) para as Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas. O objetivo é identificar as IES em relação à missão, à filosofia de trabalho, às diretrizes pedagógicas, à estrutura organizacional e às atividades acadêmicas que desenvolvem e, ou, pretendem desenvolver. O PDI não se limita a diagnosticar a Universidade, mas irá também refletir as expectativas e projetos de toda a comunidade universitária para os próximos anos.

Os diferentes setores da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) são mobilizados em seminários temáticos que visam a elaboração do seu Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). Na última sexta-feira (6/11), a discussão envolveu servidores dos órgãos vinculados à Reitoria da Universidade (Assessoria de Comunicação Social, Assessoria de Gestão Estratégica e Inovação, Auditoria, Gabinete do Reitor e Procuradoria).

Os seminários temáticos do PDI também já foram realizados no Hospital Universitário Clemente de Faria, no Centro de Ciências Humanas (CCH) e nas Pró-Reitorias de Extensão e de Planejamento, Gestão e Finanças. Conforme cronograma, as discussões prosseguem até esta terça-feira (10/11), envolvendo outros setores da Universidade.

Durante o encontro dos setores da Reitoria, realizado na Sala dos Conselhos, de forma democrática, os servidores tiveram a oportunidade de discutir e apresentar sugestões que visam a melhoria das atividades da instituição. Entre os eixos temáticos estão: perfil institucional, infraestrutura, políticas de atendimento aos discentes e de remuneração, organização administrativa, dentre outros pontos.

CONTRIBUIÇÕES

Na oportunidade, o reitor João dos Reis Canela destacou a importância da participação de todos os servidores técnico-administrativos e docentes na elaboração do Plano de Desenvolvimento Institucional. “A contribuição de todos será uma marca na história da Unimontes. A Universidade está em desenvolvimento e dependerá de cada um, no dia a dia, contribuir com o crescimento da instituição”.

O PDI é um documento de gestão administrativa e acadêmica, instituído pelo Ministério da Educação (MEC) para as Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas. O objetivo é identificar as IES em relação à missão, à filosofia de trabalho, às diretrizes pedagógicas, à estrutura organizacional e às atividades acadêmicas que desenvolvem e, ou, pretendem desenvolver. O PDI não se limita a diagnosticar a Universidade, mas irá também refletir as expectativas e projetos de toda a comunidade universitária para os próximos anos.

“A Universidade que queremos e planejamos”. Este foi o foco do encontro realizado pela Pró-reitoria de Extensão, da Universidade Estadual de Montes Claros, organizado pela Comissão do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) – realiza seminários setoriais em diversas unidades. A proposta é envolver toda a comunidade acadêmica na elaboração do documento e oportunizar uma participação coletiva e democrática nas discussões.

Nesta quinta-feira (5/11), os servidores da Pró-Reitoria assistiram a uma apresentação da proposta do PDI, além de conceitos e metodologia. O próximo passo será o preenchimento de formulários on-line para o registro das percepções, sugestões e ideias para a composição do documento final.

A pró-reitora de Extensão, professora Jussara Maria Carvalho Guimarães, e o pró-reitor adjunto, professor Paulo Eduardo Gomes de Barros, coordenaram o encontro.

Os seminários setoriais já foram realizados no Hospital Universitário Clemente de Faria e no Centro de Ciências Humanas (CCH). Nesta sexta-feira (6/11), será a vez dos servidores da Reitoria (Assessoria de Comunicação Social, Assessoria de Gestão Estratégica e Inovação, Auditoria, Gabinete do Reitor e Procuradoria). Conforme o cronograma, todas as unidades deverão realizar os seminários temáticos até o dia dez de novembro (10/11).

O PDI é uma importante ferramenta de gestão e planejamento. A participação de professores, servidores e acadêmicos ajudará na construção do documento que não se limitará a diagnosticar a Universidade, mas também irá refletir as expectativas e projetos para os próximos anos. Outro destaque está na oportunidade de ouvir a comunidade externa.