Criada comissão especial para elaborar o Plano de Desenvolvimento Institucional: PDI/Unimontes

A Universidade Estadual de Montes Claros estabeleceu uma comissão especial interna para elaboração do seu Plano de Desenvolvimento Institucional. O PDI/Unimontes é um documento que identifica a Instituição de Ensino Superior no que diz respeito à filosofia de trabalho, missão, diretrizes pedagógicas que orientam as ações, estrutura organizacional e às atividades acadêmicas que desenvolve e que pretende desenvolver. Para o Ministério da Educação (MEC), os PDIs se configuram como um importante instrumento de planejamento, gestão e avaliação das instituições.

A comissão é composta por representantes de todas os segmentos (professores, alunos e servidores), com a proposta é desenvolver um amplo debate com a comunidade acadêmica e também com a sociedade externa para encaminhar as diretrizes de desenvolvimento da Unimontes e receber sugestões para o funcionamento da instituição. Ações que serão pautadas pelo planejamento participativo.

O PDI é uma solicitação do MEC às instituições e que apresenta legislações específicas. Uma vez elaborado na forma de documento, o Plano deverá conter as metas para o período de 5 anos de cada universidade e as estratégias a serem adotadas para alcançar objetivos descritos. O PDI deve apresentar um cronograma e a relação com os principais indicadores de desempenho.

RUMOS PERTINENTES

“Esse é um documento será elementar para a discussão do futuro da Universidade e sobre quais os rumos pertinentes para seu crescimento. Na oportunidade, aproveito para convidar toda a comunidade acadêmica e a sociedade civil organizada para participar conosco da elaboração deste Plano tão importante para o desenvolvimento da Instituição”, afirmou o reitor, professor João dos Reis Canela.

O vice-reitor, professor Antonio Alvimar Souza, é o presidente da Comissão Interna do PDI. Ele reforça a importância de uma ação coletiva na elaboração do documento, de maneira altamente democrática, que permite ouvir os diversos públicos: professores, alunos, servidores, empresas, entidades de classe, grupos e lideranças sociais, igreja, prefeituras, câmaras municipais e os demais segmentos da sociedade civil.

“A Universidade ouvirá de forma legítima as comunidades interna e externa. Discutir os novos rumos e o futuro da Unimontes não é tarefa só da gestão, mas de todas as pessoas que fazem parte dessa instituição de ensino superior”, disse o vice-reitor. Para ele, a proposta é de realizar seminários periódicos com públicos distintos para que a consulta pública seja ampla e organizada.

TEMÁTICAS

Além da comissão para elaboração do PDI, serão também constituídas comissões temáticas com responsabilidades específicas. Os seminários acontecem, também, nos outros 11 campi da Unimontes e a comunidade de seus municípios.

A Assessoria de Comunicação Social, em conjunto com a Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI), lançará, brevemente, um hot site para compilar todas as informações relacionadas ao PDI. O espaço eletrônico terá o cronograma de atividades, legislações, publicações e notícias sobre os seminários.

Segundo o vice-reitor, a consolidação de uma cultura de avaliação na Universidade é relevante para fornecer subsídios para o planejamento em longo prazo. “Vamos fazer a escuta das comunidades para definir como será a Universidade do futuro e quais as medidas que deverão ser tomadas para a concretização desse objetivo. Essa é uma forma de atualizar nossos serviços, priorizar a oferta de serviço público adequado e satisfatório alinhado às boas práticas de gestão e de inovação do ensino superior”, finalizou o vice-reitor.